O filho que não tenho

             Eu queria dizer ao filho que não tenho. Quando nascesse, eu diria: filho, não vale a pena, mas vá, inventa alguma coisa. Então o filho que eu não tenho saberia, através de minhas palavras, que, na verdade, não vale a pena. E, sabendo, talvez consertasse a frase, mudasse a … Continue lendo O filho que não tenho

Anúncios

Seu Fragoso (XIII)

     Seu Fragoso tem uma planta. Sua companhia. Porque não fala, sua única companhia. Falasse, hora ou outra acabaria discordando e, então, fim único: a morte. Seu Fragoso não tolera a voz externa, a não ser a sua quando sai e abraça o vazio. Tudo caminha de encontro ao nada, mas Seu Fragoso não … Continue lendo Seu Fragoso (XIII)

Memórias de Dagoberto da Silva

"Aqui, pelo menos, há solidão." (Adonias Filho, Memórias de Lázaro) "Se os proxenetas e os ladrões fossem sempre condenados em toda parte, as pessoas de bem, meu caro senhor, julgar-se-iam todas e incessantemente inocentes. E, no meu entender, (...) é sobretudo isso que é preciso evitar. De outra forma, haveria muita razão para rir." (Albert … Continue lendo Memórias de Dagoberto da Silva